Seguidores

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Visão & Feiticeira Escarlate



Desde quando o Visão ingressou nos Vingadores, a Feiticeira Escarlate sempre demonstrou uma estranha afeição por ele, causando incompreensão a seu irmão, Pietro. Seu fascínio aumentava a cada dia, mas ele não correspondia, por conta das incertezas quanto a sua origem. Quando todo mistério sobre o estranho andróide foi revelado, os dois resolveram se casar. Contudo, se a origem do Visão deixou de ser um mistério, o mesmo não pode ser dito de Wanda Maximoff. Finalmente agora, tudo será revelado. Segredos que nem mesmo a própria Feiticeira Escarlate conhecia... Minissérie em 4 Edições reunidas em 1 Link.

Continue lendo...

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Dark Reign: Elektra (2009) (Completa)

Ela é a mulher mais mortal do mundo... e nunca esteve tão mal. Destruída, derrotada e torturada por cientista alienígenas, Elektra recuperou sua liberdade após o fim da Invasão Skrull. Agora ela resiste e luta para se manter viva,e para limpar seu nome das atrocidades comentidas por uma impostora. MUITA gente quer Elektra morta... e em seu estado, isto não será muito difícil!

*Para fazer o download basta clicar na capa.



Créditos:
Transcrição: roberto_geolol
Diagramação: Raito




Continue lendo...

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

COLEÇÃO MARVEL TERROR #01: MOTOQUEIRO FANTASMA

Digitalização e Tratamento: Renato PLT/HORDA Comics
Para Baixar versão do Rapadura Açucarada (186Mb), CLIQUE AQUI

Para Baixar Versão reduzida (76Mb), CLIQUE AQUI (Em breve)

Johnathon Richard Thomas Blaze era um artista de manobras em motocicletas que aceitou hospedar a alma de Zarathos, em troca da salvação de Barton Blaze, pai biológico de Blaze e dono do local de exibições das motos. Esse Motoqueiro Fantasma fez parte, nos anos 70, do supergrupo conhecido como Campeões, juntamente com Anjo, Homem de Gelo, Viúva Negra, Hércules e Estrela Negra.




Continue lendo...

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Rogue One - Cassian & K-2SO




Continue lendo...

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

DragonballL (13 Volumes)


Uma Produção Renato PLT/HORDA Mangás




PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI ou AQUI


Aqui estão os 13 volumes que antecedem Dragonball Z, Renato PLT nos enviou esses 13 volumes que contam o começo da saga de Goku, com seus amigos e torneios e o bom humor que Akira Toryama imprimiu a obra.



Continue lendo...

Dragonball Z - Volume 01 (totalmente colorido)


Uma produção de Renato PLT/HORDA Mangás



PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI


Depois dos 13 volumes da saga inicial de Dragonball, começa agora Dragonball Z. A Cores e Full HD, 1080.

Se passaram cinco anos desde a batalha contra Piccolo Daimao. E, nestes cinco anos algumas coisas surpreendentes aconteceram, uma delas seno o filho de Goku, já com quatro anos, Son Gohan.

Os dois estão visitando o Mestre Kame, que já estava recebendo a visita de Bulma, quando uma nova ameaça surge para colocar em risco a vida de nossos heróis e dos habitantes da Terra: Os Sayajins.

Um desses guerreiros do espaço, aporta na Terra e vai ao encontro de Goku, querendo saber porque o mesmo não conquistou a Terra ainda. Confuso, Goku recebe de seu novo inimigo algumas revelações perturbadoras.

Mas, as coisas nem começaram a ficar problemáticas. Muita coisa ainda vem por aí, e novamente as esferas do dragão terão de ser reunidas mais uma vez. Só que desta vez... totalmente em cores.



Continue lendo...

sábado, 20 de janeiro de 2018

MIDNIGHT NATION - O POVO DA MEIA-NOITE

Digitalização e Tratamento: Outsider Z/HORDA Nation
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

"Muito antes da grande bobagem conhecida como Um Dia a Mais, J. Michael Straczynski era um bom escritor. Ele já havia feito séries para televisão – notadamente Babylon 5 – e transitava bem entre os meios da cultura pop. Mas seu melhor trabalho é Midnight Nation, que a Mythos lançou encadernado. A história, que nos Estados Unidos saiu pela Top Cow, demonstra o que um bom roteiro é capaz de fazer com uma premissa simples.

Vamos então à premissa: o detetive David Grey vai investigar uma série de assassinatos e descobre que seres malignos estão matando as pessoas. Durante o confronto, ele é gravemente ferido e, ao acordar no hospital, percebe que não faz mais parte deste plano corpóreo. Mas também não está morto.
Grey começa a perceber as pessoas translúcidas e elas não mais o enxergam. Como em toda boa jornada do herói, aparece Laurel, a guia que o levará para Nova York, onde ele deverá tentar não perder sua alma, já que ela está se deteriorando e o detetive está se tornando uma das criaturas horrendas, chamadas apenas de Errantes.

Com isso, o autor leva o leitor a um road comic que atravessa os Estados Unidos – os protagonistas fazem o trajeto entre Los Angeles e Nova York a pé, pois o Plano Intermediário, que é onde eles se encontram, é o ambiente que abriga as coisas esquecidas – como as tampas de caneta Bic ou os telefones públicos quebrados – e nenhum carro funciona por lá.

Durante a jornada, Straczynski apresenta um sem-número de desafios e empecilhos para a dupla de andarilhos. Mas não só. A maior parte da trama é composta por angústias e reflexões dos protagonistas. E a ideia de perder a alma o tempo todo estabelece uma tensão que promove o crescimento espiritual de Grey.

O escritor aplica uma série de parábolas muito bem engendradas na trama, fazendo a história ser reflexiva sem ser piegas ou chata. Mais do que uma travessia pelos EUA, é uma jornada pela psique humana, e o leitor sente-se motivado a fazer determinadas reflexões junto com os personagens.



Continue lendo...

OS 80 ANOS DO PATO DONALD

Digitalização e Tratamento: Outsider Z/HORDA Quack!
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Minha primeira lembrança de quadrinhos do Pato Donald sou eu no ponto de ônibus, com minha mãe. Lá havia uma pequena banca de jornal - a única que chegou a existir um dia no bairro - que era uma filial da que ficava no bairro próximo, Lote XV. Vendia jornais e alguns poucos gibis. E, aqueles poucos, eu queria todos. Mas, claro, na época não dava.

Mas, os quadrinhos do Pato Donald, quinzenais, eram bem baratos devido a pouca quantidade de páginas, assim como os do Zé Carioca. Então, eu me enchia de coragem e dizia à minha mãe:

- Mãe, me dá um cruzeiro pra eu comprar um gibi do Pato Donald. - e ela dava. 

Assim, eu matava minha vontade de ler - e ter - ao menos um gibi novo, ainda com tão pouca idade e sem perspectivas de comprar meus gibis com meu próprio dinheiro ainda por alguns anos. E assim, o Pato Donald fazia a alegria de um infante leitor de quadrinhos. 

O personagem criado por Walt Disney me acompanharia por toda a vida, junto com tantos outros quadrinhos que eu leria e colecionaria. Hoje em dia gosto de adquirir estas edições especiais que trazem muitas coisas daqueles tempos e outras de tempos mais recentes. 

Esta, por exemplo, é uma edição comemorativa que procura focalizar os muitos artistas que desenharam o pato por todas estas décadas. São italianos, dinamarqueses, estadunidenses, brasileiros, e muitos outros. cada um deles tem ao menos duas histórias, algums delas bem extensas e muito divertidas. 

São 15 artistas que fizeram o donald dos quadrinhos quem ele é hoje, seja como sobrinho, aventureiro, tio ou super-herói. Um dos destaques é a história "Donald, Esta é a Sua Vida', uma espécie de origem do Pato Donald contada por don Rosa. Divirtam-se.



Continue lendo...